quinta-feira, maio 30, 2024
Administração

7 CARACTERÍSTICAS ESSENCIAIS PARA UM BOM LÍDER DE PET SHOP

Na revista Pet Center 185 perguntamos aos nossos leitores ‘O que um líder deve buscar para ter mais impacto na produtividade do negócio pet e dentro de sua equipe?’ A maioria acredita que ser um profissional de confiança é a melhor opção. Confira no texto a seguir quais são as orientações para ser um bom líder no mercado pet.

 

O líder dentro de uma organização torna-se o ponto de equilíbrio e peça-chave para fazer a diferença e buscar resultados. Ele deve, mais que todos, acreditar no potencial da empresa e de sua equipe. No mercado pet não é diferente. Com bastante atenção é possível encontrar líderes natos em pet shops e clínicas veterinárias. Infelizmente, porém, podemos notar nas empresas muitos bons profissionais que são alçados ao papel de líderes, mas por inabilidade ou despreparo não conseguem desenvolver suas funções adequadamente, o que causa muitos problemas de clima e resultados para a empresa pet.

Assim, só poderá ser agente motivador quem estiver motivado. Partindo desse princípio, existem características de lideranças que devem ser identificadas e potencializadas. Desenvolver essas competências torna-se fundamental para o sucesso de um líder. Podemos destacar alguns pontos fundamentais para atingir esse objetivo:

 

1. O primeiro diferencial é que o líder deve ser apaixonado pelo que faz, pois, se isso não ocorre, não haverá inspiração e entusiasmo por parte dos funcionários. Assim, quem quer se tornar um líder deve fazer o que ama e amar o que faz;

 

2. Um líder deve ser um profissional no qual as pessoas confiem, por isso deve ser sincero e ter engajamento. Também é importante que demonstre maturidade com base em experiências passadas e teóricas, pois tem que estar em busca de melhoria contínua e reciclagem;

 

3. Ter conhecimento do que faz e curiosidade de buscar novidades são requisitos fundamentais. O líder deve ser a base de informações e alternativas, ele deve estar sempre se aprimorando, senão pode virar a liderança que não é muito respeitada;

 

4. Saber arriscar é imprescindível, por isso é fundamental que se tenha audácia e posicione sua opinião quando necessário. Também precisa ter o compromisso de assumir responsabilidade e culpas;

 

5. Autoconhecimento e autocontrole são fundamentais, pois só olhando para dentro de si que o líder saberá como agir com os parceiros;

 

6. Ter resiliência é fundamental, pois é necessário estar pronto para mudar de rota sem perder a serenidade e o foco, conduzindo sua equipe nas mudanças que o mercado impõe;

 

7. Comunicar bem é fundamental. Hoje, um dos grandes erros de um líder é não saber deixar claro para equipe os caminhos tomados e os motivos, é preciso saber falar, fazer reuniões e convencer.

 

Enfim, muitos confundem o líder com o “chefe”, mas ser líder não é apenas coordenar os trabalhos, é preciso aprofundamento sobre o tema. O líder deve ser inspirador, motivador de equipes demonstrando o caminho a ser seguido. Com isso, tendem a ser mais respeitados, atingindo a eficiência e o resultados necessários para a produtividade e lucratividade da empresa.

Celso Bazzola
Consultor em recursos humanos e diretor executivo da BAZZ Estratégia e Operação de RH