Qual é a identidade e a imagem que sua empresa transmite?

Categoria: Administração

Autor(a): Marizete Furbino | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 16/01/2018 - 16:38

A união entre a boa imagem de uma empresa reconhecida nos negócios pet e a qualidade de seus serviços a colocam em um patamar diferenciado
iStock/ Wavebreakmedia

iStock/ Wavebreakmedia

“Boas empresas satisfazem necessidades, ótimas empresas criam mercados”

(Philip Kotler)



O século XXI é uma era marcada por mudanças e incertezas. Portanto, as empresas devem ter uma preocupação em comum: sua imagem no mercado, principalmente nos negócios pet. 

É interessante lembrar que a identidade corporativa, além de contribuir em demasia para a consolidação da marca no mercado, possui valor significativo no que tange a estratégia em seu negócio. 

A identidade e a imagem corporativa fazem toda a diferença no momento da aquisição de produtos e/ou serviços; portanto, ambas devem ser bem construídas. 

 

A IMPORTÂNCIA DA IMAGEM

 

A empresa deve estar ciente de que o cliente, ao verificar o seu produto ou serviço, imediatamente faz uma associação com sua imagem. Portanto, essa deve passar valores positivos e corresponder, de fato, à empresa. Assim, jamais utilize sua imagem para ludibriar o mercado, pois além de o consumo se sobressair por apenas um curto período, a empresa ficará comprometida quando a verdade vier à tona, correndo o risco de ser esmagada pelo mercado.

É de suma importância conscientizar-se de que o reconhecimento da identidade, bem como da imagem corporativa, estão intimamente ligados às relações existentes com os clientes internos e externos. O poder de uma imagem bem construída advém de um trabalho sério, com respaldo técnico e consistente, principalmente no que se refere às ações, à qualidade e aos resultados, que devem agregar valor ao produto e/ou serviço e satisfazer as expectativas e os anseios do consumidor. 

Observa-se que a credibilidade de uma empresa diante do seu mercado está atrelada à sua imagem. Então, o trabalho de construção de uma imagem corporativa em prol da solidez de uma marca exige, além de tempo, responsabilidade ética, seriedade nas ações, comprometimento, envolvimento, dedicação, conhecimento, honestidade e sinergia entre todos os departamentos. 



iStock/ XiXinXing

 

MARKETING EM PROL DA IMAGEM

 

Portanto, isso constitui um grande desafio, no qual o trabalho de  marketing deve ser obrigatoriamente bem-feito, honesto, condizente com a realidade da empresa e que, assim, possa conduzi-la ao sucesso. 

Nos dias atuais, a marca deixa de ser meramente um símbolo para identificar a empresa, passando a ter uma conotação mais significativa, ou seja, a de valorizar a empresa perante o cliente. Um exemplo disso é slogan “It’s a Sony!” (É um Sony!), que passa a ideia de credibilidade e qualidade de uma empresa sabidamente sólida e confiável. 

A consolidação da marca, além de ser o resultado da soma de muitos esforços, sempre envolve muita pesquisa e acentuada preocupação com a qualidade e a inovação. Nesse contexto, o grande desafio do marketing é garantir o reconhecimento da empresa no mercado, tornando-a, além de conhecida, sólida e com credibilidade. Esse departamento deve realizar o trabalho de criação e também desenvolver estratégias para despertar, inserir e manter a marca na mente do consumidor.

É importante ressaltar que, com a globalização, a concorrência é mundial e acirrada, e para que a empresa sobreviva no mercado altamente competitivo é necessário realizar uma estratégia de comunicação muito bem feita. 

É preciso mostrar para o mercado o seu diferencial. Mas, além da preocupação com a construção de sua identidade e imagem corporativa, a empresa não pode descuidar da qualidade dos seus produtos e/ou serviços, pois se sabe que a imagem é fator decisivo no reconhecimento da marca, mas sabe-se também que a qualidade é decisiva no momento da compra. 

Somado a isso temos que atentar que, na era em que vivemos, verificamos que não existe espaço para ensaios, portanto, o mercado não permite falhas; o mercado é cruel. Um erro pode ser irreversível e fatal. Assim, para evitar futuros transtornos, aborrecimentos e a saída da empresa do mercado, toda atenção é pouca.

 

Última edição (207)

Destaques:


Hora da comida, que hora mais lucrativa!

Hospedagem de gatos

Novas leis trabalhistas

Entrevista com o presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC)

Erros e acertos na exposição de produtos




Saiba mais ›

Edgar Ferreira, expert em hand stripping, fala sobre técnica, carreira e mais!

Destaques:


Carreira internacional: como é tosar na Nova Zelândia

De olho nos felinos: passo a passo de tosa criativa

EnqueteEnquetes anteriores

Quais desses fatores mais contribuem para aumentar as vendas da loja?








Participando da nossa enquente você concorrerá a prêmios

Atendimento competente, atencioso e carinhoso

Firmar parcerias com outras lojas da região

Ser ativo e influente no mundo digital

Contar com uma loja com visual atraente

PUBLICIDADE