quinta-feira, maio 30, 2024
Mercado Pet

CEOPET: Focada em soluções para negócios pet e vet

À esquerda, o CMO Luciano Costa e, à dir., Robinson Silva, CEO da Ceopet. Na foto à direita, especialista em comportamento animal Gilberto Miranda, novo parceiro da empresa – Foto: Divulgação

Empresa dá suporte a empresários desses setores com serviços de consultoria especializados

Fundada em 2014, a Ceopet, de em Londrina-PR, conta com a grande bagagem de seu CEO, Robinson Silva,  na área de distribuição de produtos para cães e gatos, onde atuou por mais de 15 anos na região de São Paulo-SP. “Desde então já entregamos projetos e trabalhos de qualidade para mais de 30 indústrias e empresas. Oferecemos soluções para nossos clientes, desde o planejamento até o produto chegar no consumidor final”, aponta o empresário, conhecido no mercado nacional por ajudar a introduzir diversas marcas na cidade paulista.

Em 2020, Robinson faz sociedade com Luciano Costa, outro grande conhecedor do mercado pet. “Juntos, inauguramos a primeira agência de marketing 100% focada no mercado pet em Londrina e, 1 ano depois, inauguramos outra em São Paulo. Logo teremos uma terceira em Edmonton, no Canadá para atender toda a América do Norte”, revela Robinson sobre a parceria que também rendeu frutos em outro setor. “Em 2020 tivemos um número expressivo de abertura de hospitais veterinários no Brasil e trazer inovação para este setor através de estratégias baseados em pesquisas e uma visão no digital tem sido uma vantagem competitiva para nossos clientes” afirma Luciano Costa, CMO da Ceopet. Assim, a empresa passou a prestar serviços para o segmento vet, dando espaço para que surgisse o primeiro “Vet Center”, inaugurado em Limeira-SP. O empreendimento conta com hospital veterinário, pet shop, centro de estética e diverso outros serviços.

Hoje são mais de 20 serviços ofertados em oito principais áreas do mercado pet. E a grande novidade é a parceria com o especialista em comportamento animal Gilberto Miranda. “Isso vai ajudar a tirar as marcas dosnossos clientes do anonimato e dar um embasamento valioso para que sejam inseridas no mercado de forma assertiva e rápida”, assegura Robinson. “A profissionalização das empresas será o divisor de águas entre desaparecidos e sobreviventes”, finaliza Robinson.

Saiba mais: www.ceopet.com.br


Por: Samia Malas


Clique aqui e adquira já a edição 234 da Revista PetCenter/Groom Brasil e veja todas as reportagens na íntegra!