Invista em equipe e capacitação para alavancar as vendas

Categoria: Vendas

Autor(a): Marcos Pennacchi | Colaborador(es): Jornalismo TopCo | Cidade: Campinas | 18/06/2019 - 14:23

Confira 12 dicas para investir conscientemente em seu negócio e estimular sua equipe

Bom planejamento da sua empresa pode fazer a diferença na escolha do cliente

Bom planejamento da sua empresa pode fazer a diferença na escolha do cliente

Em tempos de crise é necessário buscar alternativas para não ficar no vermelho. Investir em seus colaboradores pode melhorar o rendimento da equipe no trabalho e gerar bons retornos financeiros. Veja a seguir 12 dicas para alavancar sua empresa no ramo pet:

1 Procure segurar talentos

Prepare plano de carreira para seus colaboradores, ofereça cursos de reciclagem, faça-os sentir que está investindo neles.

2 Defina bem os processos de trabalho

Crie planilhas de conduta para todos os processos da empresa: atendimento a clientes, atendimento telefônico, banho, tosa, etc.

3 Estimule os clientes a escovar a pelagem do pet entre os banhos

Ofereça escovação e banho ecológico (banho seco) entre as idas do animal ao pet shop ou oriente os clientes a fazê-lo em casa. Animal que vai tomar banho com menos nós, agiliza o atendimento e você mostra interesse pelo bem-estar dele.

4 Atenda a cães e gatos de todas as raças e tipos

O não atendimento a determinadas raças ou tipos é uma porta de saída de novos clientes, muitas vezes sem volta.

5 Esteja bem equipado


É preciso ter todos os equipamentos necessários e em perfeito estado para os atendimentos serem realizados com rapidez e qualidade.

6 Confira o grau de satisfação dos clientes

Periodicamente, é importante verificar se na percepção dos clientes há problemas no atendimento da loja, para corrigir as falhas. A pesquisa pode ser feita por meio de ligação realizada uma semana depois da prestação do serviço, em ação de pós-venda.

DESORGANIZAÇÃO

É difícil aguentar vendedor que não acha a mercadoria ou prestador de serviço que faz diferente do que foi pedido.

7 Determine o lugar certo de cada coisa

Estabeleça onde deve ficar cada produto à venda, cada material de uso na loja e cada controle de animal contendo dados de contato dos clientes.

8 Serviços só com checklist


O animal deve ter ficha de serviço assinada por responsável, constando os trabalhos solicitados e se ele possui acessórios, se pode passar perfume, se a tosa deve ser alta ou baixa, se é para fazer tosa higiênica, etc. Antes de devolver o pet é preciso checar se tudo está de acordo com a ficha.

FALTA DE TRANSPARÊNCIA

Foi-se a época em que o dono de animal aceitava não poder acompanhá-lo durante o banho ou a tosa.

9 Permita que os clientes vejam tudo o que é feito com os animais deles

O cliente deve ser convidado a assistir a todo o processo de banho e tosa. Opte por salas com paredes de vidro e câmeras que permitam visualização remota.

PREJUÍZO

Não dá para sobreviver se depois de trabalhar, trabalhar, trabalhar, o caixa estiver sempre no negative

10 Calcule corretamente os preços

Apenas cobrar menos do que a concorrência, sem fazer contas, não costuma dar certo (além disso, serviço barato demais é visto com desconfiança pelos bons clientes). Cada preço deve embutir todos os custos para realizá-lo e o lucro. Se a formulação estiver difícil, procure cursos e eventos sobre o tema. Também há planilhas prontas, que ajudam a fazer os cálculos.

11 Olho nos custos


É possível oferecer um banho superpremium, com qualidade total, para um animal de porte pequeno que consome 60 ml de cada item, por R$ 1,10, muito menos que outra marca que custa R$ 2,40”, exemplifica Roseli. “Cuidado para não formar estoques de mercadoria que quase não saem, acrescenta.

12 Tenha controle financeiro minucioso

É fundamental que você saiba para onde vai todo o dinheiro que entra, inclusive os centavos”, lembra Roseli. “Tenha fluxo de caixa atualizado diariamente.”