Esse soninho está bom demais!

Categoria: Matérias do Mês

Autor(a): Júlio Mangussi | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 10/10/2018 - 10:01

Venda mais caminhas, casinhas e acessórios dessa categoria
Foto: Cirlei Cunha

Foto: Cirlei Cunha

É verdade, os pets não só deixaram de dormir no quintal, como hoje em dia já estão até em cima da cama dos seus tutores. Isso não quer dizer, porém, que os acessórios focados no sono e conforto deles perderam seu espaço, muito pelo contrário. Eles evoluíram com o mercado, acompanhando a humanização dos animais e o crescimento vertical das cidades. Caminhas e casinhas ganharam design diferenciado, que combina com a decoração da casa e do apartamento. Foi-se o tempo de poucas opções nesse segmento. O consumidor pode escolher os mais distintos modelos: do clássico ao moderno, do rústico ao requintado.

“A humanização dos pets se dá de tal forma que eles são criados como membros da família (filhos) e os tutores não medem esforços para proporcionar tudo o que há de melhor no mercado para os seus amiguinhos”, avalia Hugo Fernando Martins, sócio-diretor da Furacão Pet, empresa que explora esse segmento. “No entanto, os fabricantes de casinhas, caminhas, brinquedos, guias, produtos de higiene e beleza e outros acessórios devem ficar atentos e produzirem produtos de boa qualidade para terem sucesso nesse mercado cada vez mais exigente”, completa.

É muito importante, portanto, que o lojista conheça as tendências desse segmento. E não só isso, mas também como explorá-lo adequadamente, já que há público para as diferentes linhas de acessórios disponíveis no mercado.


CONFORTO E DECORAÇÃO

Cada vez mais o público tem buscado por camas diferenciadas, seguindo a mesma percepção de conforto que buscamos para humanos, avalia Natália Barreiros Araújo, sócia-proprietária da Hello Pet Design, empresa de Santos-SP focada em acessórios para pets. “Isso vem transformando a produção do mercado e abre espaço para novidades antes restritas aos humanos, como travesseirinhos pet, camas de madeira que lembram as camas para humanos, enxovais de cama, edredons e colchonetes”, destaca a empresária, que ressalta que isso também gera uma necessidade de aprimoramento da matéria-prima utilizada, com o uso de tecidos mais macios e duráveis, fios nobres e enchimento antialérgico, por exemplo.

Algumas tendências têm se destacado no mercado de caminhas pet. A de produtos que lembram artigos para bebês é uma delas, de acordo com Natália. “Observamos os tons suaves do azul clarinho, do rosa bebê, o uso de laços e aviamentos delicados presentes em todo o enxoval do pet. Como se fosse feito para um bebê mesmo”, explica.


iStock/ axelbueckert

APELO DECORATIVO

 Os produtos que harmonizam com a decoração da casa também se destacam no mercado atualmente. “Hoje o tutor busca uma caminha ou um comedouro que possam ficar expostos em sua sala ou no quarto, por exemplo. O animal e os acessórios dele fazem parte do dia a dia e, naturalmente, dos itens e da decoração da casa também”, observa Natália. Por isso é tão importante que os produtos proporcionem, além de conforto e segurança para o pet, um apelo de design, alta durabilidade e manutenção prática, completa a empresária. “Temos observado bastante o uso de estampas do ramo de decoração nas caminhas e acessórios.”   

O público em geral tem procurado ter seu pet por perto, no quarto, na sala, ou mesmo sob o sofá, e para isso requer peças que componham o seu estilo quanto ao ambiente, analisa Mariana Cunha, gerente comercial e de marketing da Bichinho Chic, empresa que produz acessórios para pets. “Precisamos ter um leque de produtos que atendam os variados gostos e necessidades conforme o mercado nos demanda”, afirma. “Atentos a essa necessidade, temos ampliado a linha de camas e acessórios constantemente, dando mais opções aos lojistas, que precisam atender bem seus clientes, surpreendê-los”, completa. 

São muitas as opções que dialogam com essa tendência, sempre buscando combinar com os ambientes da casa onde os produtos ficarão posicionados. Modelos mais cleans e sofisticados, ou que transmitam alegria e diversão para os mais ousados que gostam de cores e estampas, por exemplo. “E ainda uma coleção mais resistente, para os pets de grande porte que precisam de algo básico, clássico, sem perder o conforto e a beleza”, aponta Mariana.

 

CASINHAS PLÁSTICAS


 Por mais que os cães frequentem o interior das residências e convivam com sua família, as casinhas ainda têm seu espaço no mercado. Os modelos feitos de plástico, por exemplo, têm se destacado entre os consumidores. “As casinhas plásticas injetadas vêm ganhando muito mercado com modelos mais modernos, cores vibrantes”, explica Hugo, ressaltando outras qualidades do produto, como a resistência, durabilidade, fácil armazenamento, por possuírem saídas de ar para maior ventilação, além de serem ótimas para viagens. “Elas são mais fáceis de manusear e limpar, não acumulam umidade, são mais leves e de fácil transporte. Possuem um ótimo custo-benefício e durabilidade”, completa Pedro Paulo Garcia, diretor da Mokoi, empresa que comercializa acessórios para pets.

Hugo exemplifica ainda a versatilidade de algumas peças para conforto do animal, como as casinhas com teto removível, que proporcionam uma ótima logística para quem as vende e ocupam pouco espaço nas prateleiras dos pet shops. “Com essa característica de encaixar perfeitamente, você usa a casinha no inverno e no verão vira uma linda caminha para os pets”, aponta.

Ao selecionar as marcas que serão comercializadas, os lojistas precisam se atentar aos fabricantes e à qualidade das peças. “Devem optar por produtos de fabricantes que seguem padrões de qualidade para deixarem seus clientes satisfeitos e, consequentemente, fidelizados à loja”, recomenda Hugo.
Também é importante ter uma boa variedade de modelos para que o cliente escolha a casinha que mais gostar, e assim não tenha que buscar produtos em lojas concorrentes. “É importante investir na variedade para acompanhar o desenvolvimento do mercado”, ressalta Pedro.


iStock/csakist

OPÇÕES VARIADAS

 É importante que o lojista ofereça uma variedade grande de modelos nessa categoria de acessórios. “Os lojistas atendem diversas faixas da população, esse parte da humanização está acontecendo mais nas famílias de classes A e B, mas temos as outras faixas, C e D, que necessitam de casinhas para deixar seus pets”, avalia Luiz Henrique Cerezer Zerio, diretor da Recriar Soluções Sustentáveis, empresa que comercializa acessórios para pets. “Geralmente cachorros de médio e grande porte ficam fora de casa, portanto existe a necessidade das casinhas”, completa.

Entre as opções estão as clássicas casinhas de madeira. “O mercado pet tem espaço para todos os materiais de casinhas, agradando desde o gosto mais tradicional com modelos convencionais de madeira, até os mais antenados em tendências, tanto em relação à estética como ao meio ambiente”, analisa Pedro.

Há até mesmo nichos específicos dentro do segmento. Produtos com apelo sustentável e ecológico é um deles. “O consumidor final está cada dia mais preocupado com o meio ambiente”, ressalta Luiz Henrique. Há produtos no mercado que são antifungos e bactérias, térmicos (retêm até 40% da temperatura externa) e impermeáveis, podendo ficar até mesmo em contato com a chuva sem que estraguem. Também há os itens provenientes da reciclagem de embalagens cartonadas.

“A diversificação só aumenta os números de mercado, nota-se que não há perda de público dos modelos já existentes quando um novo é lançado”, aponta Pedro.
Quanto à exposição dos produtos, geralmente as casinhas ficam na entrada da loja, para otimizar o local e a organização. “Caminhas ficam expostas em gôndolas dentro da loja, e o lojista pode empilhar uma em cima da outra para aproveitar o espaço”, recomenda Luiz Henrique.

 




Warning: file_get_contents(): php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Name or service not known in /home/revistapetcenter/admin/inc/pulo.funcoes.php on line 8

Warning: file_get_contents(http://urls.api.twitter.com/1/urls/count.json?url=http://www.revistapetcenter.com.br/materias/ler-materia/338/esse-soninho-esta-bom-demais): failed to open stream: php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Name or service not known in /home/revistapetcenter/admin/inc/pulo.funcoes.php on line 8

Notícias relacionadas

Última edição (209)

Destaques:


Dormindo de bolso cheio

Esquente as vendas no verão

Quer expandir sua loja?

Caminho da compra

Reduza tributos

Cadernos:
Aves
Aquarismo
PetClínicas


Saiba mais ›

Destaques:


Thelson Rizzo compartilha conselhos

Lhasa Apso: aprenda a tosá-lo

Brasileiro conquista americanos com seu trabalho

Projeto qualifica jovens com deficiência



EnqueteEnquetes anteriores

O que fazer quando o cliente diz: “Só estou dando uma olhadinha”?








Participando da nossa enquente você concorrerá a prêmios

Agradecer de maneira formal e aguardar

Fazer uma nova abordagem, mais simpática

Dar espaço ao cliente e se direcionar a outro consumidor

Da espaço ao cliente, mas ficar disponível para qualquer dúvida dele

PUBLICIDADE