VENDEDORES PARA PET SHOP: CONHEÇA OS PRINCIPAIS TIPOS ANTES DE CONTRATAR

Categoria: Administração

Autor(a): Leandro Garcia | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas-SP | 20/04/2017 - 09:04

Está pensando em contratar vendedores para seu pet shop? Conheça os principais perfis presentes no mercado e veja qual combina mais com seu negócio pet
Imagem meramente ilustrativa Stock photo ©JackF

Imagem meramente ilustrativa Stock photo ©JackF

Na revista Pet Center 187, perguntamos aos nossos leitores ‘Para você, qual é o melhor tipo de vendedor para um pet shop?’ A maioria acredita que aquele que busca ter relacionamento com o cliente é a melhor opção. Confira no texto a seguir quais os tipos de vendedores são bons no mercado pet e escolha qual você quer ser. 



 

 

Você que explora os negócios pet, seja como dono de um pet shop ou banho e tosa, sabe que vendedores qualificados são fundamentais para se destacar da concorrência. Listamos, por isso, os principais tipos de vendedores que podem trabalhar em seu pet shop, são perfis distintos. 

      É interessante pensar que vender é uma das profissões mais antigas do mundo se partir do pressuposto que uma venda pode ser caracterizada como uma troca de um produto ou serviço por um determinado valor. A venda passa por constantes mudanças e adaptações ao decorrer dos anos para manter-se viva e bem diferente da sua essência, saindo do conceito puro de troca, e passando a atender às necessidades e aos anseios dos compradores.

 

Vários nomes nos dias de hoje são utilizados para designar a profissão, como vendedor, assessor comercial, gestor comercial, gestor de área, vendedor técnico, vendedor milênio e outros.

A arte da venda se renova com novas expectativas, táticas e necessidades do dia a dia, transformando profissionais do ramo em verdadeiros psicólogos, políticos e até comediantes. São verdadeiros malabaristas do capitalismo recessivo, cujo único objetivo é atingir sua meta.

Segundo estudiosos, podemos resumir os estilos existentes em cinco tipos de vendedores.

 

O AMIGÃO
 

É caloroso, sedutor e está sempre tentando se conectar emocionalmente com cada cliente. Muitos dos que têm esse perfil não são realmente vendedores, são tiradores de pedido. Só vendem se o cliente quiser mesmo comprar, já que, no geral, têm medo de ouvir não. Isso significa que raramente oferecem alguma coisa ao cliente e só esperam que ele peça. Mas, atenção, porque fugir do não é bem diferente de correr atrás do sim.

 

O LÓGICO
 

Tem uma abordagem totalmente racional, praticamente sem emoção. Tende a se tornar um especialista no que vende e só vende aquilo que conhece profundamente, para pessoas cuja necessidade é capaz de compreender a fundo. Se for lidar somente com compradores racionais, terá grande chance de sucesso.

 

O CONSULTOR
 

É uma mistura dos dois perfis anteriores. Conhece profundamente o que vende e, com perguntas formuladas corretamente, consegue compreender as necessidades do cliente, estabelecer uma relação de confiança e propor a melhor solução. De forma geral, não tem medo de ouvir não. Sabe que para cada sim vai ter que ouvir três, cinco ou dez negativas e que isso faz parte da vida.

 

O MANIPULADOR
 

Faz quase um bullying com o cliente. Mente, faz pressão, praticando o que chamo de “empurroterapia”. Infunde no comprador medo de fazer papel de bobo e de se dar mal. Eu não quero gente assim na minha equipe, mas há gestores que gostam dos resultados de curto prazo que um profissional assim consegue gerar.

 

O COACH
 

Outro tipo da era atual é o vendedor coach, que transcende todos os outros tipos de vendedores. Ele é aquele que reconhece que o verdadeiro sucesso nas vendas está em entender o seu cliente, conhecer bem o produto/serviço com o qual vai trabalhar e principalmente trabalhar para atender às reais necessidades do cliente. Utiliza a lógica e o padrão amigão, aliando racionalidade, técnica, comportamento, emoção e fluidez no acompanhamento do seu cliente. O que faz é um trabalho de guia da experiência do cliente com seu produto/serviço, mas sempre respeitando os valores e necessidades dele.

 

Acredito que o verdadeiro profissional de vendas é aquele que consegue atender às necessidades de cada cliente, com rentabilidade, gerenciando a sua carteira e procurando uma relação ganha-ganha, quando tanto o comprador quanto o vendedor saem satisfeitos com a negociação e com sorriso no rosto.


Leandro Garcia
Professor dos cursos de MBA, pós-graduaçao e do Programa CADEMP da IBE-FGV (Fundação Getúlio Vargas). Especialista em Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Organizacional, tem ampla experiência como executivo e consultor. 

 

Última edição (210)

Destaques:


Inove no banho e tosa

Acessórios para banho e tosa

Cadernos:
Aves
Aquarismo
Groom Brasil
PetClínicas


Saiba mais ›

Destaques:


Programando a gestão da empresa

EnqueteEnquetes anteriores

O que fazer quando o cliente diz: “Só estou dando uma olhadinha”?








Participando da nossa enquente você concorrerá a prêmios

Agradecer de maneira formal e aguardar

Fazer uma nova abordagem, mais simpática

Dar espaço ao cliente e se direcionar a outro consumidor

Da espaço ao cliente, mas ficar disponível para qualquer dúvida dele

PUBLICIDADE