Negociador casca grossa: sabe como encará-lo nos negócios pet?

Categoria: Matérias do Mês

Autor(a): José Roberto Ribeiro do Valle | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas - SP | 17/03/2014 - 17:03

“Empresas especializadas em treinamento de negociações recomendam que a calma e o controle emocional devem existir full time”
Foto meramente ilustrativa: divulgação

Foto meramente ilustrativa: divulgação

No mundo dos negócios pet, uma das perguntas mais frequentes que fazemos a nós mesmos é “como negociar quando a outra parte é agressiva, rude ou até desagradável?”. Uma regra básica é deixar de lado as emoções relacionadas ao amor, ódio, medo, luxúria e contentamento, estimulando a parte “mais básica” do nosso cérebro. Nós, seres humanos, temos três camadas principais do cérebro que atuam e coordenam áreas distintas de nosso corpo. Por milhões de anos de evolução, a camada do tronco cerebral, conhecida como o lado da “repetição”, tem se desenvolvido e outras mais sofisticadas adicionadas a fim de nos tornar seres mais “espertos” em relação a outros do reino animal.

            O grande desafio é controlar-se quando somos ameaçados, amedrontados, enganados, insultados ou maltratados, ou seja, quando estes elementos se descontrolam, fazem com que o cérebro “animal” reaja e entre em pane. Uma vez que isto ocorre, perdemos o controle sobre nossas emoções e nosso senso de perspectiva, despencamos e revidamos, elevando a temperatura da discussão e, mais do que isto, podemos perder o controle de uma situação de negócios, por exemplo.

            De fato, muitos negociadores agressivos e desagradáveis utilizam-se desta estratégia para ganhar negociações, tentando destruir o outro lado. Empresas especializadas em treinamento de negociações recomendam que a calma e o controle emocional devem existir full time. Os segredos do sucesso de como ser bem-sucedido nas negociações são a calma e o controle emocional, peças-chaves para o sucesso nos negócios. Então, como podemos conduzir estas situações quando somos colocados sob pressão?

            Se a outra parte estiver tentando irritá-lo e deixá-lo desconfortável a ponto de forçá-lo a ceder, entenda o que estão fazendo. Se reagir à provocação, irá incentivar seu adversário a continuar com este “jogo”. Ouça em silêncio e não revide. Quando terminarem ou pararem de falar, sumarize as suas principais preocupações ou reivindicações para mostrar que está ouvindo e prestando atenção, apesar de não concordar com eles. Em alguns casos peça um esclarecimento sobre um ou outro ponto.

            Seja profissional. É muito difícil para alguém manter uma postura agressiva por muito tempo, especialmente se você está calmo e sob controle. Resista à tentação de revidar, pois isto pode danificar o relacionamento ao longo prazo. Além disso, se você está lidando com pessoas que usam essa tática, entenda que eles podem ser bons no método. Melhor reformular a negociação para os termos que você os encontre mais acessível.

            Negociação é um processo de troca. Claro que você terá que fazer concessões quando negocia, mas tenha certeza de que qualquer movimento que você faça só será bem-sucedido se a outra parte também fizer algo interessante para você.

            Utilize a linguagem adequada e termos que reflitam exatamente o que você deseja. Coloque suas condições, de forma clara e específica, antes de colocar qualquer oferta na mesa. Desta forma uma negociação pode ser muito mais lucrativa para as empresas

José Roberto Ribeiro do Valle é sócio-diretor da Scotwork do Brasil, empresa especializada em técnicas de negociação presente em mais de 30 países. representou a Itautec, uma das maiores companhias nacionais de TI, como diretor comercial e destacou-se como o CEO da Trend Micro no Brasil. Contato:jose.valle@scotwork.com

 

Última edição (210)

Destaques:


Inove no banho e tosa

Acessórios para banho e tosa

Cadernos:
Aves
Aquarismo
Groom Brasil
PetClínicas


Saiba mais ›

Destaques:


Programando a gestão da empresa

EnqueteEnquetes anteriores

O que fazer quando o cliente diz: “Só estou dando uma olhadinha”?








Participando da nossa enquente você concorrerá a prêmios

Agradecer de maneira formal e aguardar

Fazer uma nova abordagem, mais simpática

Dar espaço ao cliente e se direcionar a outro consumidor

Da espaço ao cliente, mas ficar disponível para qualquer dúvida dele

PUBLICIDADE