quinta-feira, maio 30, 2024
DestaqueMercado Pet

DSL distribuidora atua há 29 anos no Ceará

Empresa está instalada em um espaço de 18.000m² , sendo 12.000m² de área construída – Fotos: Arquivo DSL

Com mais de 2.200 skus no portfólio, a DSL distribuidora entra no segmento pet com força total

Equipe DSL: são mais de 420 colaboradores diretos e indiretos, focados no atendimento ao cliente – Fotos: Arquivo DSL

A DSL Distribuidora atua há 29 anos no Ceará, distribuindo algumas das principais marcas nacionais e multinacionais do varejo alimentício, de produtos de limpeza e bazar e canais especializados em linhas automotivas e, mais recentemente, do setor pet, sendo distribuidor da Procão e Brazilian Pet Foods. “Hoje um dos nossos focos é o desenvolvimento da equipe de atendimento especializado no canal pet, nosso mais recente projeto, aproveitando nossa expertise de 12 anos como distribuidor da Procão no varejo alimentar, aponta Bruno Frota, diretor comercial da DSL. Com sede em Fortaleza, a empresa tem capacidade de armazenamento de 6.200 posições pallets e seu diferencial é a logística, toda feita via coletores de dados, rádio frequência e sistema de separação por unidade Flow Rack. “Além disso, ainda contamos com cinco pontos de apoio de distribuição em cidades estratégicas para entregar cada vez mais rápido. Temos mais de 140 representantes comerciais, 14 supervisores, 50 promotores, além da nossa equipe interna de trade marketing, marketing e televendas e e-commerce”, lista Bruno. Para buscar um serviço de excelência, Bruno aponta que a empresa trabalha com tecnologias de ponta como ERP, WMS e aplicativos de vendas. “Em 2020, em meio à pandemia, lançamos nosso app de vendas e em 2021 fizemos uma restruturação no canal de televendas, intensificando a venda pelo WhatsApp, que vem sendo uma plataforma comercial cada vez mais importante. Tudo isso para dar mais opções aos clientes, facilitando o acesso ao portfólio da empresa”, finaliza.

Saiba mais: www.dsldistribuidora.com.br ou Instagram @ dsldistribuidorace

 

 

 


Por Samia Malas