Banho e Tosa: 15 dicas para fazer sucesso no mercado

Especialistas apontam oportunidades e pontos críticos a vencer para colocar seu pet shop em um novo patamar de rentabilidade

Por Marcos Pennacchi

Aproveite as oportunidades e invista em atendimento personalizado Foto: Group4 Studio/iStockphoto

Entre os serviços prestados por pet shops, o banho e tosa ocupa posição de destaque, seja pelo potencial de rentabilidade que proporciona, ou por atrair clientes habituais para a loja, criando recorrentes oportunidades de venda de produtos e serviços adicionais. Por outro lado, existem os desafios. Entre eles, a necessidade de conquistar novos clientes e de mantê-losem ambiente de intensa concorrência e que está em permanente mudança. Há também a necessidade de contar com um time de profissionais habilitados, capaz de satisfazer uma clientela cada vez mais exigente. 

Nesta reportagem convidamos cinco reconhecidos especialistas do setor para apontarem oportunidadesao alcance de quem quer mais produtividadee lucro em seu banho e tosa. A abordagem inclui pontos críticos da atividade e como enfrentá-los. Confira, mãos à obra e sucesso! 

TORNAR A LOJA MAIS AGRADÁVEL 

Quanto mais bonito e prazeroso o pet shop, mais atraente se torna para a clientela. 

1. Encante pelo visual e aconchego 

As pessoas estão cada vez mais acostumadas a frequentar shoppings, restaurantes e comércios bonitos e agradáveis. “O pet shop também precisa chamar a atenção para que o cliente encha a boca ao contar que o frequenta, o que não significa necessidade de ser luxuoso”,diz Camilla Carvalho Caetano, proprietária da escola de banho e tosa Art Groomer, formada em marketing e pós-graduada em gestão de pessoas. “Crie um mundo mais gostoso também da porta para dentro, com poltronas, café, sucos, revistas, flores e quadros temáticos”, acrescenta. 

2. Personalize ao máximo o atendimento 

Trate o cliente pelo nome e, ao falar com ele, olhe-o sem dividir a atenção com outros afazeres. Faça-o se sentir bem. Ouça os pedidos dele e providenciepara que os serviços solicitados sejam realizados. Chame os cães e gatos pelos nomes e trate-os como se fossem filhos do cliente. “O bom relacionamento é sempre agradável e, no dia em que for cometida alguma falha, será mais fácil o cliente ‘perdoar’”, pondera Camilla. 

3. Ofereça Wi-Fi

Facilite que os clientes acessem a internet em sua loja e incentive-os a compartilhar o momento nas respectivas redes sociais”, sugere a especialista em marketing, vendas e marketing digital Roseli Figueiredo. 

4. Comemore datas festivas 

Entre no clima positivo de datas festivascomo Carnaval, Páscoa, Dia das Mães, Dia das Crianças e Natal”, recomenda o consultor especializado em pet shops Paulo Abade Júnior, da Pet Consultoria. “Programe-se no início do ano e organize uma agenda com metas a cumprir,de modo que, no dia certo, tudo que for necessário esteja pronto (laços, material promocional e outros).” Roseli propõe: “Inclua também o aniversário da lojae ofereça espumante e petiscos!” 

5. Implemente serviço de taxi dog 

Proporcione conforto ao cliente que tem dificuldade para levar o animal ao pet shop. Estruture-se com veículo apropriado e motorista qualificado. “O motorista será responsável pela troca de informações entre cliente e empresa”, comenta o groomer premiado Erick Morgado, proprietário da Personal Pet Escola. Como os clientes desse sistema raramente entram na loja, é importante usar impressos, e-mails e mensagens em redes sociais para divulgação das novidades e ofertas.”

6. Faça o cliente se sentir seguro em seu estabelecimento

Os clientes devem se sentir seguros na loja com relação a eles próprios e a seus animais de estimação. “Um bom monitoramento por câmeras tranquiliza a todos”, exemplifica Erick. “É bom para o lojista, que pode ver tudo que ocorre no pet shop, e para os clientes, pela possiblidade de acompanhar de casa ou pelo celular os cuidados prestados a seus animais.” 

SEJA LEMBRADO

Estar na mente dos consumidores é um diferencial valioso. 

7. Marque presença nas redes sociais 

Qual cliente não está conectado no Facebook,Instagram ou Twitter?”, pergunta Camilla. “divulgação por rede social é gratuitae rápida: basta tirar foto do cãozinho já arrumado e postá-lacom um clique”, afirma. “Os clientes amam e, quando compartilham o ‘filhinho’, fazem propaganda para você”, ressalta.Antes de publicar, lembre-se de pedir autorização ao proprietário do animalzinho

8. Destaque-se no Google

Mais de 90% das pessoas pesquisam na internet antes de adquirir produto ou serviço e 95% dos clicks acontecem na primeira página do Google”, lembra Roseli. “Se você não estiver lá, adeus!” Se o seu pet shop tem site, ela sugere digitar no Google ‘pet shop’ e o nome da sua cidade.Caso o seu site não apareça na primeira página, verifique se ele utiliza as palavras-chaves corretaspara ser bem ranqueado.” 

9. Invista em propaganda com apelo emocional 

“Apropaganda é a alma do negócio, mas é importante que emocione”, ressalta Erick. Desenvolva panfletos para distribuir nas ruas, cartões de visita, cartões de fidelidade para clientes da loja, anúncios em jornal de bairro, etc. Destine uma verba mensal para divulgação. 

10. Promova campanhas de e-mail marketing 

Crie um mailing list de seus clientesenvie promoçõespara eles”, aconselha Roseli. Existem blogs para enviode e-mail marketing e SMS marketing. 

11. Faça permutas com estabelecimentos da região 

Pizzaria, supermercado, academia ou farmácia vizinha podem ser ótimos aliados. “Você leva clientes para eles e eles para você, justo não?”,diz Roseli. 

12. Tenha uma bela vitrine

Esse tipo de fachada ajuda a vender mais produtos e a atrair quem passa ocasionalmente em frente à loja. “Capriche na iluminação”, orienta Roseli.

13. Utilize sites de promoções 

Sites como o Groupon ajudama colocar novos clientes na loja. “Os efeitos podem ser excelentes”, comenta Roseli. 

14. Desenvolva um programa de indicações 

Consideredar um descontona próxima compra ao cliente que falou da loja para uma pessoaou beneficie quem indicou e quem foi indicado, por que não?”, aconselha Roseli. 

15. Organize happy hours

Receber clientes, amigos e vizinhos é sempre uma boa oportunidade para que sua marca fique na boca do povo”,enfatiza Roseli.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *