domingo, julho 14, 2024
AtualidadesMatérias do Mês

Quando é a hora certa para pedir um aumento?

Pedir aumento de salário é sempre uma questão delicada no mercado de trabalho, principalmente nos negócios pet, já que não existe uma “receita mágica” para isso.
A maior insegurança surge por parte do empregado, que acredita merecer o aumento e, mesmo assim, não quer criar rusgas com seu chefe. E o ato de pedir o aumento pode ser mais complicado do que parece, afinal, qualquer tropeço pode fazer com que o profissional se prejudique, ou que seja mal visto por seu superior.
 
O momento ideal
Uma das dicas mais importantes é saber o momento em que o pedido de aumento deve ser feito. Não fale sobre isso quando você ou seu chefe estiverem ocupados ou preocupados com outro assunto, por exemplo. O ideal é agendar um horário em um dia mais tranquilo. Além disso, não faça isso quando ele te pedir um favor, pois são grandes as chances de o chefe se sentir chantageado e de tentar te dar o troco depois, quando não precisar tanto de você. O momento ideal é quando seu trabalho vem sendo constantemente elogiado, não só pelos superiores, mas também por clientes ou pessoas de outros departamentos.
 
Nada de indiretas
Outra dica é evitar as indiretas, ou seja, se você quer um aumento, marque uma reunião com seu chefe para falar sobre isso, e seja sempre direto. No dia da reunião, chegue com uma proposta concreta. Diga a porcentagem de aumento que você deseja em seu salário, e esteja disposto a negociar. Porém, não chegue com números muito elevados, pesquise no mercado sobre a média salarial vigente para seu cargo e apresente esses dados para seu superior.
Aumentou seu rendimento e/ou trouxe novos clientes? Pode provar isso em números? Apresente para o seu chefe as estatísticas. Mostre a ele o quão importante você é para a empresa e que o investimento vale a pena. Dê exemplos de resultados e desempenhos de destaque.
 
Saiba como reagir à resposta
Mantenha-se calmo durante a conversa e saiba lidar com possíveis críticas e contratempos. Se a resposta for negativa, não leve para o lado pessoal: Talvez não fosse a hora certa, mas deixe sempre aberta a porta para novas negociações e continue se esforçando para tentar de novo em um futuro próximo, nem que seja em outro emprego.
Se a resposta for positiva, agradeça, de forma não exagerada, ao seu chefe. E, para mostrar que a escolha tomada por ele foi certa, não relaxe no trabalho e faça sempre o seu melhor.