terça-feira, abril 16, 2024
Atualidades

PESQUISA INDICA PERFIS DIFERENTES DE DONOS DE CÃES E GATOS


Donos de cães e gatos têm perfis diferentes em relação à adoção, alimentação e até gastos mensais – Foto: Nataba/iStockphoto.com

Estudo do Instituto QualiBest mostra hábitos dos tutores, como alimentação do pet, e raças populares

Cães e gatos são alguns dos pets mais populares entre os brasileiros e para definir o perfil de cada um, o Instituto QualiBest realizou uma pesquisa entre donos dos pets – entre homens e mulheres de diversas faixas etárias e regiões do Brasil – para entender as suas características. E os resultados, divulgados em fevereiro de 2020, mostraram semelhanças e diferenças entre eles. Cerca de 70% dos entrevistados afirmaram possuir pets em casa e, dentro deste número, 80% afirmou ter cães em casa. O segundo mais popular foi o gato, contabilizado em 38% das respostas, mas também foram citadas aves (14%) e peixes (7%).

A pesquisa comprova a mudança da nossa postura em relação aos animais. É praticamente igual a pro- porção de donos de cães e gatos que afirmam que cuidam o seu pet “como gente”: 53% da ala canina e 54% da felina concordam totalmente que têm esse tratamento diferente com eles.

ADOÇÃO E RAÇAS

Outros dados do estudo foram referentes à aquisição dos pets. Uma boa parte do público indicou que pos- sui animais sem raça definida, sendo 40% do total de cães e 66% dos gatos. Aproximadamente 20% dos donos de cães acharam o animal abandonado. Já entre os tutores de gatos, o número de entrevistados que responderam terem encontrado seus pets na rua é o dobro, 40%, sendo que os mais populares são o Siamês bolinha (sem raça definida), pois 16% dizem ter um gato Siamês em casa. Entre as raças mais populares de cães estão Poodle (7%), Pinscher (6%) e Shih Tzu (6%), nos cachorros.

HÁBITOS DE ALIMENTAÇÃO

A pesquisa definiu que ração é a principal forma de alimentação de todos os pets. No caso dos cachorros, 33% dos entrevistados disseram comprar tipos específicos para o porte do animal. Já para os gatos, 42% dos participantes do estudo disseram adquirir a versão comum do alimento. E cerca de 50% de todos os donos de pets declaram comprar sempre a mesma ração. “Quando não existe a preferência por comprar sempre a mesma ração para o cão ou o gato, os dados do estudo mostraram que a maioria dos tutores variam as marcas que compram entre as que confiam ou revezam, também considerando um grupo de marcas confiáveis. Poucos são os donos que gostam de comprar marcas novas ou optam pelas mais baratas que encontram”, comentou a diretora geral do Instituto QualiBest, Daniela C. Daud Malouf.

É praticamente igual a proporção de donos de cachorros e gatos que afirmam cuidar do seu pet ‘como gente’: são 53% tutores da ala canina e 54% da ala felina

GASTOS DE CADA UM

Na hora de gastar com o pet, seja com produtos ou serviços de pet shop, os donos de cães costumam desembolsar mais dinheiro. Ainda que as despesas com alimentação e veterinário (vacinas e remédios) sejam proporcionalmente semelhantes, no caso dos cachorros há muitos outros que entram na conta, como banho, tosa, roupas e acessórios. No geral, donos de gatos tem um gasto médio mensal, por pet, de R$ 51 a R$ 100. Este valor dobra quando falamos de cachorros: a média fica entre R$ 101 e R$ 200.


Por Samia Malas


Clique aqui e adquirá já a edição 225 da Revista PetCenter/Groom Brasil e veja todas as reportagens na íntegra!