15 dicas para fazer de 2017 um ano diferente

Um novo ano se aproxima e, com ele, a oportunidade para avaliar como anda o seu empreendimento e fazer de 2017 um período melhor. Os momentos de avaliação são sempre fundamentais na gestão de um pet shop, atividade complexa que envolve muitos detalhes. 

Na busca de ideias que contribuam positivamente para a luta pela sobrevivência e expansão da sua loja, fomos buscar a orientação de três renomados especialistas em negócios no segmento pet. Um deles é Jefferson Braga, da PetConsult, de São Paulo, que se dedica ao planejamento estratégico e à organização de pet shops. Outro é o professor da FMVZ-USP Marco Antonio Gioso, que além de cirurgião veterinário é especialista em gestão, marketing e empreendedorismo na área de pet shops e clínicas veterinárias. Completa o time Sergio Lobato, da Sergio Lobato Assessoria e Consultoria, do Rio de Janeiro, expert em gestão da inovação na área pet.

Para iniciar o ano com total sucesso, Jefferson indica, como ponto de partida, a criação de indicadores de desempenho que sejam úteis no estabelecimento de metas e facilitem o seu gerenciamento e correção dos eventuais desvios. Ele menciona como indicadores importantes os de produtividade, rentabilidade, giro de estoque, despesas operacionais, investimento e retorno em comunicação e marketing. Jefferson adverte que quem não gerencia, joga na sorte todos os dias, o que é incompatível com a necessidade de gerar lucro. “É fundamental mapear o seu negócio e explorar os meios da forma menos arriscada para melhorar a rentabilidade”, aconselha.

Com esse ponto de partida estabelecido, veja outras dicas valiosas dos especialistas para conseguir superar todas as dificuldades e ter um ano ainda mais compensador.
 

Muitos aquaristas acreditam que a saúde de um aquário ornamental não tenha nenhuma relação com a saúde de um peixe ornamental, como se fossem coisas totalmente distintas. Trata-se, porém, de um enorme engano, já que os problemas e soluções estão totalmente interligados.

 Esse é um grande erro que geralmente os aquaristas cometem por falta de informações adequadas e de pessoas qualificadas para oferecer tal orientação. E o pior, uma recomendação errônea, além de induzir a compra de produtos desnecessários que afetam o bolso do proprietário, pode causar graves problemas na estabilidade do ambiente com uso indiscriminado de remédios que influenciam diretamente na saúde dos animais.

Conhecer os produtos disponíveis no mercado, portanto, é importante para o aquarista consumidor e para o lojista. Afinal, o empresário precisa manter seus animais saudáveis e, ainda, saber quais são as mercadorias essenciais para seus clientes.

Saiba mais adquirindo a edição 191 da revista Pet Center, através do link abaixo.
www.editoratopco.com.br/loja/pet-center