Especial Dia do Médico Veterinário: veja os campos de atuação deste profissional que é essencial para o segmento pet

Categoria: Matérias do Mês

Autor(a): In Press Porter Novelli | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 06/09/2018 - 15:24

Um dos profissionais mais importantes da área da saúde animal e humana, o médico veterinário está à frente de vários segmentos da indústria pet e alimentícia
iStock/ GlobalP

iStock/ GlobalP

No país com a 4º maior população de animais de estimação do mundo e um rebanho de mais de 215 milhões de cabeças de gado, não é de se espantar que existam mais de 120 mil médicos-veterinários em exercício.
 
Atuando pela saúde e pelo bem-estar dos animais, dos seres humanos e pela sustentabilidade do meio ambiente, eles são responsáveis por cuidar de pacientes que não podem expressar seus sintomas por meio da fala, o que requer muita sensibilidade e sabedoria. Mas esse dom não é o único que o profissional de medicina veterinária possui. Regulamentada há mais de 50 anos e com quase 350 cursos de graduação registrados no Brasil, a Medicina Veterinária oferece oportunidades em diversas áreas de atuação.


 
Com o Dia do Médico Veterinário se aproximando – ele é celebrado em 9 de setembro - conheça algumas das ocupações em que você pode encontrar esses profissionais (dentre as mais de 80 opções):
 
Estágio: obrigatório durante o curso de graduação, é o momento em que o estudante tem a oportunidade de adquirir conhecimento e vivência da profissão acompanhando de perto o trabalho de um profissional qualificado. Representa também forte influência na carreira do futuro profissional, já que é necessário escolher uma área de atuação.
 
 
 
iStock/kazoka30
 
Clínica de pequenos animais: Com uma população de 52,2 milhões de cães e 22,1 milhões de gatos (IBGE), o animal de estimação passou a fazer parte da família brasileira. Assim como o número de pets, cresce a procura pelo médico veterinário especialista em pequenos animais.
“O Brasil soma mais de 15 mil clínicas veterinárias, mas ainda há muito espaço para a conscientização dos tutores sobre a importância de um acompanhamento veterinário para a saúde e bem-estar dos pets”, diz Gláucia Gigli, diretora de marketing da Royal Canin Brasil.
 
Indústria: Uma área ampla e em constante expansão. O profissional de medicina veterinária pode atuar em diversas áreas das empresas, desde a formulação até a comunicação e o marketing de produtos para o setor.
Segundo dados da ABINPET (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), no caso do mercado pet, que faturou 20,3 bilhões de reais em 2017 e apresentou crescimento de 7,9% em relação ao ano anterior, a principal fatia do faturamento – 68,6%- pertence ao setor de alimentos. 


iStock/JackF

Clínica de grandes animais: No topo da lista dos maiores exportadores de carne do mundo, o Brasil possui muitas oportunidades para o profissional que deseja focar no cuidado com os grandes animais. Este profissional pode trabalhar com reprodução, clínica, além da administração de propriedades. As regiões centro-oeste e norte do país são as que mais exigem esse tipo de profissional, por conta de constante evolução na agropecuária.
 
Clínica de animais selvagens: Esta área permite que o profissional de medicina veterinária exerça sua função em zoológicos, parques, no Ibama e projetos ambientais. Se a opção for atuar com animais exóticos, aqueles autorizados para criação domiciliar, existe também oportunidades de mercado, principalmente para especialistas. Outra área que costuma buscar médicos-veterinários são as de consultoria ambiental, com estudos de fauna, por exemplo.
 
Área laboratorial: Uma área em crescimento e com um déficit no mercado de profissionais renomados no assunto. Os profissionais desta área atuam no diagnóstico de doenças a partir de amostras coletadas dos pacientes.  


iStock/RobertoDavid
 
Inspeção de produtos: pode parecer curioso, mas a profissão também possibilita ao profissional atuar na área de inspeção de alimentos, como carnes e leite em frigoríficos.
 
Carreira acadêmica: é possível, ainda, seguir a carreira acadêmica na profissão. Além de você se especializar com um mestrado ou doutorado, há a possibilidade de iniciar a docência em faculdades particulares e públicas. Mas vale lembrar que para a formação de um doutor são necessários, em média, oito anos de muito estudo e dedicação.

Última edição (207)

Destaques:


Hora da comida, que hora mais lucrativa!

Hospedagem de gatos

Novas leis trabalhistas

Entrevista com o presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC)

Erros e acertos na exposição de produtos




Saiba mais ›

Edgar Ferreira, expert em hand stripping, fala sobre técnica, carreira e mais!

Destaques:


Carreira internacional: como é tosar na Nova Zelândia

De olho nos felinos: passo a passo de tosa criativa

EnqueteEnquetes anteriores

Quais desses fatores mais contribuem para aumentar as vendas da loja?








Participando da nossa enquente você concorrerá a prêmios

Atendimento competente, atencioso e carinhoso

Firmar parcerias com outras lojas da região

Ser ativo e influente no mundo digital

Contar com uma loja com visual atraente

PUBLICIDADE